Preservar, produzir e lucrar

Tudo isso é possível sem degradar o meio ambiente, graças ao apoio das Reservas Particulares. E Bertioga acaba de ser contemplada com duas unidades deste porte, sendo uma delas a maior do litoral paulista

Por Lúcia Bakos

Parte da Fazenda Acaraú, transformada em reserva particular, dedica-se ao manejo de animais silvestres (Foto Gaia Consultoria e Gestão Ambiental)

 

Área de delimitação da reserva Costa Blanca

São duas áreas, uma de  709,57 hectares,  da Hércules Florence 1 e 2, pertencente  à Companhia Fazenda Acaraú,  e, outra,  com 296,93 hectares, de propriedade da Barma Empreendimentos e Participações. No caso da Fazenda Acaraú, a área já é bastante conhecida em razão do desenvolvimento antigo de projetos de preservação e de turismo ambiental. São 1.580 hectares divididos entre área rural (1.080 hectares ou 10, 8 milhões de m²) e urbana (500 hectares ou 5 milhões de m²), de rica biodiversidade, emoldurados pela Serra do Mar.

O nome das Unidades de Conservação (UC) é uma homenagem ao francês Hércules Florence (1804/1879), inventor, desenhista  e pioneiro da fotografia franco-brasileira.  Na propriedade, que detém porção de Mata Atlântica coberta de restinga em bom estado de conservação, foram criados viveiros para a reprodução da flora, com 109 espécies nativas, com capacidade para produzir anualmente 150 mil mudas. Mais de dois milhões de exemplares de palmitos-juçara foram plantados.

A partir de 1999, profissionais da Fazenda Acaraú também passaram a desenvolver estudos sobre a flora, o solo e as águas da região. Construíram-se  trilhas suspensas, acessos adequados, torres para observação de pássaros, estruturas de vigilância e outras instalações de suporte à educação ambiental e pesquisa para proteger, conhecer e recuperar a biodiversidade.

Bons frutos
O resultado não podia mesmo ser outro. O cultivo natural da área aumentou e houve a consequente visitação de comitivas ambientais à propriedade. Estudos sobre o comportamento da fauna local resultaram na identificação de 270 espécies de aves, 70 de mamíferos, 35 de répteis, 40 de anfíbios e 114 de invertebrados. Mas, todo esse esforço obteve recompensas.  A partir de 2002, a Acaraú recebeu licença para o manejo de animais silvestres. Três anos depois, a propriedade conquistou o reconhecimento do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) como Área de Soltura de Animais Silvestres (ASAS), tornando-se referência nacional.

Passou a promover também o levantamento, soltura e monitoramento na natureza de animais oriundos de apreensões do órgão federal, prefeitura local e da polícia ambiental. O trabalho inclui ainda a recuperação das espécies.

Recentemente, todo esse trabalho foi ainda mais coroado. O estado de São Paulo, que já dispõe de 4,7 milhões de hectares de áreas protegidas, oficializou, dia 1º deste mês, mais 709,57 hectares com a criação das Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) Hércules Florence 1 e 2, da Companhia Fazenda Acaraú.

Outros 296,93 hectares, de propriedade da Barma Empreendimentos e Participações, também se transformaram em patrimônio nacional, a Reserva Particular Costa Blanca. Os projetos futuros das duas novas unidades de conservação de Bertioga ainda não foram detalhados, entretanto, devem estar centrados na proteção do meio ambiente, conforme previsto em legislação.

Biodiversidade preservada
As Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) constituem uma categoria de Unidade de Conservação (UC), prevista na legislação federal, que possibilita que propriedades privadas sejam transformadas em áreas de proteção ambiental, desde que consideradas de relevante importância pela sua biodiversidade, aspecto paisagístico ou ainda por suas características ambientais, que justifiquem ações de proteção, conservação, educação e pesquisa. As quatro novas RPPNs recém-oficializadas integram o projeto do governo do estado de incentivo à criação de novas UCs.

Estudo sobre comportamento de fauna local resultou na identificação de 270 espécies de aves na região da reserva Hércules Florence (Foto Gaia Consultoria e Gestão Ambiental)

Related News

Comments are closed

Revista Beach&co