O retorno da boina

Acessório queridinho das francesas e fashionistas acrescenta charme ao visual

Karlos Ferrera

Complemento clássico do look à la parisiense, as boinas são um tipo de chapéu de forma achatada, produzidas geralmente em lã de ovelha. Elas andavam sumidas do radar há algumas temporadas. Depois das pochetes, é a vez deste acessório do guarda-roupa dos anos 1980/90. Após ressurgir, recentemente, em diversas passarelas, ela foi parar na cabeça de milhares de pessoas e celebridades.
O acessório tem todo o potencial para tomar o lugar dos gorros. Num estilo que está mais para uma parisiense dos anos 1960/70, o modelo que vem fazendo sucesso é o tipo beret (boina tipo francesa). Porém, a versão do item com aba, tipo paquita, promete disputar espaço não somente nos dias de baixas temperaturas, mas também, no verão.
O bom é que existem diversos jeitos de usar boina. É possível adotá-la como fez a cantora Rihanna, cobrindo o topo da cabeça, como um chapéu. Dá para usar também de lado, deixando-a mais caidinha, ou na parte de trás da cabeça. O melhor: é possível usar a boina com qualquer tipo de penteado, seja trança, rabo de cavalo baixo ou com os fios soltos.
Para combinar com o resto do look, nos dias mais frios pense em casar a boina com peças-chave do inverno: gola alta, para uma produção com ares retrô e com caça cropped ou outros modelos mais folgadinhos. Nos pés, vale apostar nos mules sem salto.

A nova cor

Se você se interessa pelo mundo da moda ou, até mesmo, do design, com certeza já deve ter ouvido falar da tonalidade “rosa millennial”. A cor foi um dos destaques do calendário Pantone do ano passado; e, se ele faz parte de tudo o que é moderno, é claro que o tom ganharia espaço no street style, não é mesmo? Provavelmente, você já se deparou com uma onda rosa nas suas redes sociais: roupas, objetos de decoração, cabelos, maquiagem, comidas… Tudo em tom quase pastel.

Related News

Comments are closed

Revista Beach&co